o2a

2022-04-05

Psicologia

A Intervenção Precoce nas PEA

As crianças com PEA, podem evidenciar sintomas desde o nascimento, ou, inicialmente apresentar um desenvolvimento normativo que, por volta dos dezoito meses, começa a alterar-se, surgindo sintomas desta perturbação.

Diversos estudos demonstram que quanto mais cedo se iniciar a intervenção maior é a sua eficácia na diminuição da severidade destes sintomas, ressaltando importância da intervenção precoce.

Quando a intervenção é iniciada logo após o nascimento ou pouco tempo após ser feito o diagnóstico, os ganhos são maiores, uma vez que grande parte das aprendizagens e do desenvolvimento ocorre mais rapidamente na idade pré-escolar. Durante a primeira infância, o cérebro da criança ainda está em formação, o que lhe concede uma maior plasticidade, do que nas idades mais avançadas. Esta maleabilidade cerebral intensifica o potencial de aprendizagem da criança para alterar e/ou adquirir novas competências e comportamentos, bem como explorar todo o seu potencial.

Desta forma, iniciar uma intervenção sistemática e precoce é, por isso, particularmente importante já que não havendo esta estimulação a criança pode perder oportunidades de desenvolvimento durante a fase mais vantajosa.

Existem alguns fatores essenciais para garantir a eficácia da Intervenção Precoce, nomeadamente: a idade da criança; o envolvimento dos pais e a intensidade e/ou estruturação do modelo do programa de Intervenção Precoce adotado.

O envolvimento dos pais na intervenção é, sem dúvida, um dos fatores chaves para o sucesso da intervenção. As famílias de crianças com PEA necessitam de um grande apoio para saberem como colocar em prática as estratégias mais adequadas para os seus filhos. Esta aquisição de competências durante o processo de intervenção irá, consequemente, reduzir o stress/ansiedade familiar.

Assim, é possível compreender que a Intervenção Precoce proporciona ganhos, ao nível do desenvolvimento das crianças que dela beneficiam, melhora o nível de funcionamento familiar e produz benefícios a longo prazo.

Outro artigos

Que podem interessar!